segunda-feira, 20 de junho de 2011

Body - project

Na última aula de Inglês construímos um body mobile.
Ora vejam as fotos.

Animals - Project

Nas aulas de Inglês, abordámos o tema dos animais.
Para terminar este tema, decidimos construir um cartaz conjunto de uma floresta com todos os animais de que falámos.

domingo, 19 de junho de 2011

Peça de Teatro do Principezinho


Este sábado, tivemos a oportunidade de ir até à Quinta da Regaleira com as nossas famílias assistir à peça
 "O Principezinho"

O nosso fim de semana não poderia ter começado da melhor maneira. 
 O ambiente e a peça de Teatro foram espetaculares!
 A família da Gina Rosa unida... num contexto completamente diferente. 
 Uma equipa de atores maravilhosos...
 a beleza natural do espaço e das palavras que eram ditas...
 imagens que nos fazem ter vontade de ir mais alto...


Uma manhã que vai ficar na memória de todos nós! 
Obrigada pela vossa presença!!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Tarde de sexta- feira

A nossa viagem ao mundo dos livros da Isabel Minhós mereceu um post no blog da Editora...

obrigada pelas palavras bonitas!

http://www.planeta-tangerina.blogspot.com/

Poesia na palma das mãos




Poesia na palma das mãos... Porque as nossas mãos têm escrito textos maravilhosos... aqui ficam estes poemas...




Às vezes sinto

Às vezes sinto o coração a bater
É quando estou apaixonada, mas é só às vezes.
Sinto que estou a melhorar em todos
Os conteúdos, mas é só
Às vezes.
Sinto um tique nas orelhas mas é só as vezes
Sinto as pernas a tremer quando alguém sorri para mim
Mas é só as vezes.
Sinto que sou a maior a fazer teatro, mas é só as vezes.
Quando há teatro.
Mariana Barradas


Encontro
Encontro é encontrar alguém para brincar
ou para almoçar.
Encontro é uma pessoa não ver
a outra e encontrarem-se.
Encontro é encontrar, abraçar.
Vamos encontrar alguém para
brincar ou até abraçar.
Encontro é uma coisa
especial, mesmo especial.
O que é o encontro?

Carlota Cesário


As perguntas

As perguntas são perguntas.
Quantas perguntas já fizeste?
Quatrocentas!
E quantas perguntas fizeste a mais?
Nenhuma.
Não há mais perguntas?
Não já te disse tudo o que queria dizer.
Adeus senhor das perguntas. 

Bernardo Mendonça


À noite

À noite sonho com as nuvens.
À noite sonho com as estrelas. 
Sonho brincar com os meus amigos.
Os meus sonhos são cor-de-rosa.
Sabem e cheiram a chocolate.
Gosto de sonhar porque é bom.
Eu dou saltos, nos meus sonhos
e chego às nuvens. 


Sara Ferreira




Não sei....
Não sei,
nunca o fiz
porque não o fazes comigo?
Era divertido!
Não sei,
não é perigoso?

Vá lá, tu és muito minha amiga.
Não sei, diz-me tu.

Mas porque é que estamos 
sempre a dizer
a palavra não sei?

Não sei!
Não sabes?
Como assim não sabes?
Simplesmente
Não sei!!!

Frederico Delfim


Sinto

Sinto-me bem quando vou para casa
Gosto de ir para a escola da minha mãe
porque me sinto contente.
Sinto-me feliz quando brinco.

Patrícia 



Sonho

Sonho poder voar.
Sonho brincar.
Sonho poder lidar com este mundo.
Sonho ser uma pessoa espantosa
Sonho encantar.
Sonho, sonho, sonho.
Sonho nadar até onde o mar acabar.
Sonho poder nadar com os peixes.
Sonho ser o maior a correr
Sonho poder ter um cão que pode falar comigo.
Sonho poder tirar os óculos
Sonho ir até França
Sonho aprender a falar espanhol.
Sonho andar no espaço.
Sonho ter um segredo.

Vasco Ferreira





Amanhã

Amanhã vou ser o maior.
Amanhã vou dormir profundamente.
Amanhã serei grandalhão só com oito anos.
Serei um bailarino em grande, amanhã.
Serei muito sorridente e engraçado, amanhã.
Amanhã terei uma fada da criança, mas é só amanhã.
Amanhã vou ter tudo, tudo e mais alguma coisa.

                                                                                    Guilherme Santos





Quem me dera

Quem me dera
Poder voar
Com os anjos.

Quem me dera
Poder andar de cavalo
Poder falar com os…
Animais.

Quem me dera
Poder governar.
Também quero
Poder amar.

Miguel Curião




Obrigado

Obrigado
Obrigado a todos
Obrigado a quem me ajudou
Obrigado porquê pai?
Obrigado Beatriz.
Obrigado sonho.
Porque é que se diz obrigado?
Obrigado a toda a gente.
O + bri + ga + do = Obrigado
Obrigada matemática
Pai natal muito obrigado.
Emprestas-me um lápis? Obrigado.


                                             Catarina Abrantes





Olhar
Olhar é bonito
É conseguir ver
Olhar é ter visão
Visão bonita.

Olhar
Olhar é ter emoção
É ter visão para sempre
Gostar de olhos

Olhar
Temos de olhar para fazer coisas
Temos olhos para olhar
Temos olhar para ver

Olhar
Olhar é…?
Olhar é bonito de ver
Olhar é saber ver.

                                             Henrique Carreira




Acreditar

Eu vou acreditar que serei um cavalo dominante.
Vou acreditar que vou galopar pelo mundo de acreditar.
Vou acreditar que vou para lá conhecer outras pessoas.
Vou acreditar que posso correr mais rápido do que uma água, um carro ou um barco.
E vou acreditar que vou ser livre
Como um golfinho do ar quente, frio e morno
Como um bloco de gelo.
Será que posso?
Sim posso, acreditar.

                                                       Tomás Pereira




Quero

Quero ser o maior
Quero brincar
Matemático, eu quero ser sempre
Ser sonho.
Fazer muitas coisas, eu quero.
Ser futebolista é fixe, quero sempre ser.

Ir para a escola é sempre giro, quero sempre ir.
Treinador, eu quero ser.
Quero sempre ter festas.
Fazer problemas e trabalhos de casa, eu quero sempre fazer.
Eu quero viajar.
Escrever, eu quero.
Leitor eu gosto de ser, eu quero.
A tristeza ajuda às vezes, eu quero ter.
Muita alegria, eu quero sempre ter.


                                                  Tiago Doroana






Não te esqueças

Não te esqueças de mim
Não te esqueças de nada
Não te esqueças dele
Não te esqueças que eu também não me esqueço
Não te esqueças do segredo.

David Carreira




Toco

Toco bem
Toco cada vez melhor,
Toco mais outra vez para ficar melhor,
Toco na flauta
Já toco bem,
Toco si, lá, sol, mi e ré, mas há mais.

                                                       Bernardo Brito




Escondo

Quando me escondo
É porque estou a jogar
Às escondidas
Com os meus amigos

Escondo,
é esconder.
Dos meus pais
Eu escondo as coisas
Dos meus irmãos.

                                  Juliana Nunes





Sim, mas hoje não

Sim, mas hoje não
Eu disse sim
Mas ele disse, hoje não.

Gostamos um do outro.

Perguntei-lhe
Agora sim?
Mas hoje não.

Estamos todos
Os dias assim
 sim,
Mas hoje não.

Mas um dia perguntei-lhe assim
E agora sim?
E ele, farto de dizer mas hoje não,
Disse mas hoje sim.

                                           Carolina Franco




Tu

Tu, porquê tu?
Porque não eu?
Só tu só tu
Só eu só eu

Tu estás lá a toda a hora
E eu não.
Não sejas invejoso
Deixa-me ficar toda a hora e tu não

Mas um dia 
Tu decidiste não ser mau e então
Eu percebi que,
Tu e eu somos iguais
Tu e eu, juntos somos um sonho.

                                                               Salvador Antunes









As coisas lá fora

Como estarão as coisas lá fora?
Devem estar boas, mas eu não sei
Estou aqui trancada.
Espero um príncipe para me tirar daqui.

Eu quero ver as coisas lá fora,
Era o meu maior desejo.

Olha…
Ali….
É um príncipe!
As portas estão a abrir,
As coisas lá fora estão
Quentes,
Muito quentes.

                                  Madalena Bicho




Mas

Ma eu sou feliz
E isso é uma alegria
Mas eu tenho amigos
E gosto muito deles

Mas eu gosto de…
De cheirar a alegria
Os sorrisos e o
Olhar…

Queria ser médica
Mas não
Tenho jeito.

Queria
Entrar nos
Meus sonhos,
Mas é difícil.

Eu queria
Ser uma flor
Mas nasci assim,
 é como eu sou.

                               Beatriz Ferreira

A alegria de resolver problemas matemáticos


Embora alguns problemas ainda possam parecer difíceis, a verdade é que este período ganhámos outro gosto e outra alegria por resolver problemas. Esta rotina de explicação do nosso raciocínio ajudou-nos a melhorar a nossa linguagem matemática e a estruturar melhor o nosso pensamento. Parabéns a todos pela evolução!!


Catarina fez anos


Parabéns Catarina!!!! Foi com muita alegria que te cantámos os parabéns!! 
Gostamos muito de ti!!!





sábado, 4 de junho de 2011

Chegou o tão esperado dia...


 Dia 1 de junho de 2011, Dia Mundial da Criança. Estávamos todos em grande euforia! Hoje tínhamos encontro marcado com os nossos correspondentes, com os quais nos tínhamos escrito durante dois anos.
Fomos com a nossa bandeira, por Monsanto fora. A Beatriz e Mariana quiseram levar a bandeira, desta que foi a nova escola para elas, durante este ano letivo.


Quando os correspondentes chegaram, ficámos todos com muita vergonha, mas fomos todos juntos pelo parque fora, procurar um local para podermos conversar e nos conhecermos melhor.


Fizemos uma grande roda, onde ninguém nos poderia chamar pelos nomes verdadeiros, para não desvendarmos o mistério.
 Preparámos um jogo para os nossos correspondentes para conhecermos finalmente quem era quem.
Cada um de nós tirou no computador da Mariana uma fotografia de uma parte do corpo. Essa fotografia foi entregue à respetiva correspondente que tinha que adivinhar e descobrir onde estava o seu amigo/a.
 Foram os primeiros momentos de contacto, com sorrisos tímidos...
 com nervosismos e alegria...
 Depois de sabermos quem eram os nossos correspondentes, passámos à segunda parte da surpresa. Todas as quartas-feiras temos o momento do "ouvir ler dá prazer". Então decidimos em turma, que como dia da criança calhava a uma quarta-feira, iríamos partilhar esse momento com os nossos correspondentes. Cada um de nós preparou uma leitura especial.


 O resto da manhã foi para explorarmos o parque e aproveitarmos para nos divertimos com a turma da professora Tânia.

Depois de almoço, os nossos correspondentes também tinham uma surpresa para nós, fizeram um delicioso salame para sobremesa.  Tirámos uma fotografia de grupo para nos lembrarmos sempre deste momento.
No fim ainda houve tempo para as despedidas...


Quando chegámos à sala construímos um texto sobre o nosso correspondente e sobre este dia tão especial. 
Mas o nosso dia não ficou por aqui. Da parte da tarde, tínhamos uma tarde reservada na praia juntamente com os meninos do Atl. 




 Foi uma tarde verdadeiramente FELIZ!!! 

A Sara também nos ofereceu um miminho para a nossa biblioteca... um livro muito especial, que nos vai ser muito útil para o próximo ano podermos estudar melhor a História de Portugal.

Um beijinho para todos!! Ser criança é bom, muito bom. Poder estar com crianças é maravilhoso, mas com crianças como vocês, não há palavras que possam preencher momentos como os deste dia. Adoro-vos!
Um enorme para o nosso Salvador que não conseguiu estar presente!!! Esperamos que voltes depressa!!! 

Contas da semana

Estas semanas, as famílias têm estado a pagar o passeio do Principezinho. Então a Sara lembrou-se que em vez de ser ela a receber o dinheiro, poderíamos criar um momento em que, rotativamente os alunos faziam essa tarefa. Têm sido manhãs muito importantes, porque nos têm ajudado a perceber melhor que operações devemos utilizar para agilizar o nosso cálculo.
 Foi também importante para voltarmos a relembrar o que é o "troco". 



- O que vem pagar?
- Os bilhetes do passeio do Principezinho.
- Quantas pessoas são?
- Somos quatro.
- Cada uma vai pagar 7 euros. Se são 4... ora 4x7 = 28.
- São 28 euros por favor.
- Só tenho assim minha senhora. (30 euros)
- Tenho que lhe dar troco, porque 30 é mais do que 28. Aqui tem os seus 2 euros.

No fim voltamos a contar o dinheiro, colocamos num envelope e registamos o pagamento, com o nome da pessoa e com o número de pessoas.
Tem sido muito divertido!

Há tardes assim....


Esta sexta-feira, a nossa hora do conto, contou com uma visita especial. 
A Sara preparou-nos uma surpresa. Falou com as pessoas que trabalham no Planeta Tangerina (Editora) para virem até à nossa escola realizar um atelier connosco. 

Eram 15h30 e vimos chegar pela porta da nossa sala, a Isabel. A Isabel é quem escreve as histórias dos livros desta editora. 
Foi uma tarde maravilhosa, no nosso pátio, numa sombra fresquinha, onde nos deliciámos com a coleção de livros da Isabel. 




 Já perto das 17h00 a Isabel contou-nos uma história que ainda não está em livro, mas que será brevemente publicada. Arranjámos uma posição confortável e fomos invadidos pela voz meiga e doce da Isabel.

 No fim, lançou-nos um desafio. Cada par, irá ilustrar um dos capítulos desta história.
 Mesmo no fim do dia, pedimos à Isabel para ler o livro "És mesmo tu?". Cada um de nós leu duas páginas. O livro ia passando de mão em mão com muita alegria e gosto em partilhar a nossa leitura com a Isabel.

A nossa semana, não podia ter acabado da melhor forma.Obrigada Isabel

Ser criança é...

Esta semana, cada um de nós escreveu um texto com o título "Ser criança é..."
Aqui ficam alguns excertos desses textos.


"Eu sou criança, gosto de ouvir música" (Patrícia)
"Ser criança é um momento único na vida, eu tenho paixão por ser criança" (Beatriz)
"Ser criança é fazer castelos na areia" (Bernardo Mendonça)
"Ser criança é gostar de ser pequeno. É ir ao fundo dos nossos sonhos" (Henrique)
"Ser criança é divertido" (Juliana)
"Ser criança é rir até mais não." (Tomás)
"Ser criança é nadar como um tubarão e voar como um balão." (Mariana)
" Ser criança é ter brincadeiras que são lindas." (Tiago)
"Ser criança é podermos aproveitar o dia. É ser matreiro." (David)
"Ser criança é fazer partidas às outras pessoas." (Vasco)
"Ser criança é ser pequeno, mas não demasiado. É querer fazer tudo e mais alguma coisa como se fossemos máquinas." (Guilherme)
"Ouvir a palavra criança é música para os meus ouvidos" (Frederico)
"Ser criança é poder sonhar coisas que os adultos não podem" (Miguel)
"Ser criança é a melhor coisa. Podemos ser tudo. Toda a vida quero ser criança." (Catarina)
"Ser criança é poder chorar no colo da mãe e do pai. É brincar livremente" (Carolina)
"Ser criança é brincar com os amigos." (Sara)
"Ser criança é bom." (Madalena)
"Ser criança é ter segredos guardados." (Carlota)
"Ser criança é termos sítios preferidos." (Bernardo Brito)